Visto para Portugal – Conheça os tipos e saiba qual o mais indicado para você

0
299

É cada vez maior o número de brasileiros que estão indo para Portugal, e os motivos são vários: fugir da crise, da falta de oportunidades, a busca por uma melhor qualidade de vida, estudos, entre outros.

Mas você sabe quais são os tipos de vistos para Portugal e qual é o mais indicado para você? Se não sabe, continue lendo este post e tire suas dúvidas sobre o assunto.

Antes de tudo, se você está indo para Portugal à turismo e ficará por um curto período, saiba que você não precisa de visto. Mas, se esta não é a situação, saiba que há 14 tipos de vistos que podem ser solicitados e eles são divididos entre temporários (menores que um ano) e permanentes (período de 1 ano ou mais), além do gold. Você pode conferir no final deste post a lista completa com os 14 vistos.

Agora vamos nos aprofundar nos 3 mais buscados: visto de trabalho, visto de estudo e o visto gold.

Visto para Estudantes

É importante que você saiba que existe dois tipos de visto para estudantes: para Ensino Secundário, conhecido como Ensino Médio aqui no Brasil, e para Ensino Superior, que vamos tratar abaixo.

Visto para estudante de Ensino Superior

Se você deseja fazer um intercâmbio em Portugal, seja para realizar parte da sua graduação ou o curso completo, este é o visto certo para você. Neste caso, você precisará solicitar o visto temporário, caso seja um intercâmbio de parte do curso ou permanente, caso seja o curso inteiro.

O primeiro passo para solicitar este visto é ser aprovado por uma Universidade Portuguesa. Assim que for aprovado, você precisará do comprovante de matrícula ou o “termo de aceite” da universidade. Depois, basta reunir o restante da documentação básica para solicitar seu visto de residência para estudo.

Confira aqui a lista dos documentos básicos para que você consiga solicitar sua autorização de residência, caso seja estudante

Dica importante: quem concluir o Ensino Superior em Portugal pode solicitar uma extensão da autorização de residência por um ano, sem a necessidade de pedir um novo visto, comprovando que ficará no país para buscar emprego na área de formação.

Visto de Trabalho Subordinado

Se você deseja trabalhar em Portugal, é preciso que você solicite um visto de trabalho. Para solicitar este visto você precisará ter em mãos um contrato de trabalho, uma promessa de contrato de trabalho ou uma carta convite da empresa onde irá trabalhar.

Antes da empresa disponibilizar estes documentos, ela precisará comprovar que não existe ninguém capacitado em solo português para realizar o seu trabalho.

Depois, basta preparar toda a documentação básica necessária e ir até o Consulado Português mais próximo da sua casa para solicitar o visto de trabalho para Portugal, conseguindo assim a autorização de residência para trabalhar.

Confira aqui a lista de documentos necessários para solicitar a residência de trabalho em Portugal

Obs.: Também é necessário se inscrever na Segurança Social em Portugal e pagar todos os impostos certinho.

 Golden Visa

O Golden Vista ou Visto Gold é o meio ideal para você que deseja investir em Portugal e é um dos vistos mais tirados por brasileiros. Com este visto, você e sua família poderão viver em qualquer país da União Europeia, como um cidadão europeu e, após 5 anos, ainda poderão solicitar a nacionalidade portuguesa e conseguir o passaporte europeu.

Os dois meios mais comuns para adquirir este visto são: através da compra de um ou mais imóveis em Portugal, que precisarão somar ao menos 500 mil euros, podendo ser usados como investimento, ou seja, podendo ser alugado. E, o segundo meio é a abertura de uma empresa, desde que crie ao menos 10 empregos diretos, com contrato, não sendo exigido um valor mínimo de investimento.

Ainda há os seguintes meios para adquirir este visto: Aplicação financeira, Investimento em pequenas e médias empresas, Investigação científica e/ou Produção artística, preservação ou conservação do patrimônio cultural.

Estes 3 vistos acima são os mais procurados por brasileiros, atualmente. Você também pode conferir abaixo a lista completa com os 14 tipos de vistos que você pode solicitar.

Estada Permanente

D1 – Visto de Residência para Exercício de Atividade Profissional Subordinada;

D2 – Visto de Residência para Exercício de Atividade Profissional Independente

e para Imigrantes Empreendedores;

D3 – Visto de Residência para Atividade de Investigação ou Altamente

Qualificada;

D4 – Visto de Residência para Estudo, Intercâmbio de Estudantes, Estágio

Profissional ou Voluntariado;

D5 – Visto de Residência no Âmbito da Mobilidade dos Estudantes do Ensino

Superior;

D6 – Visto de Residência para Efeitos de Reagrupamento Familiar;

D7 – Visto de Residência para Aposentados ou Titulares de Rendimentos.

 

Estada Temporária

E1 – Visto de Estada Temporária para Tratamento Médico;

E2 – Visto de Estada Temporária para Transferência de Cidadãos

nacionais/OMC (prestação de serviços ou formação profissional);

E3 – Visto de Estada Temporária para exercício de Atividade profissional

subordinada ou independente temporária);

E4 – Visto de Estada temporária para exercício de Atividade de Investigação ou

Altamente Qualificada;

E5 – Visto de Estada Temporária para o exercício de Atividade Desportiva

Amadora;

E6 – Visto de Estada temporária para Cumprimento de Compromissos

Internacionais e Estudo;

E7 – Visto de Estada Temporária para Acompanhamento de Familiar em

tratamento.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here